domingo, 15 de agosto de 2010

O QUE ACONTECE COMIGO? (Salmos 23)



Jehovah-Ro’i- o Senhor é meu pastor

I-                    ESTOU SENDO FALHO?
·         Se tenho convicção de que o Senhor é o meu pastor, de maneira que nada vai me faltar, sendo que posso descansar, serei guiado em segurança, serei consolado e tenho garantido meus direitos mediante sua inquestionável justiça e amor. Porque então estou passando por momentos tão delicados?




1-      Como saber se não estou me precipitando?

PRECIPITAÇÃO
1  Ação ou resultado de precipitar(-se) - Antecipar um acontecimento; ACELERAR. [Ant.: cautela, prudência.]
2   Pressa, afobação: Na precipitação, perdeu as chaves do carro.
3      Atitude ou resolução irrefletida.
·         Nossa vida é marcada por sonhos, planejamentos, desejos, decisões, resultados e etc. Mas tudo isto deve ser levado e avaliado de maneira equilibrada, pensada, racional. Do contrário viveremos cercados de decepções, frustrações, prejuízos, que culminarão em fracasso pleno.

a-      Estou esperando em Deus? (Sl 40.1)
·         Salmo 40 fala do Messias, o Servo do Senhor obediente até a morte. “Scofield”
·         Jesus Cristo o Messias suportou toda sorte de adversidade e esperou o momento certo, o tempo de Deus Pai para dar o grito de vitória (Is 53.7/Lc 23.46/Jo 19.30).
·         O salmista Davi dá demonstração de acreditar (crer) em Deus, quando não evidencia nenhuma atitude de precipitação diante de tamanhas adversidades, pelo contrário espera pelo auxílio, pela libertação, pelo agir do Senhor (Sl 40.1,4,17,13).





2-      Como saber se não estou sendo omisso? (Jn 1.2)

OMISSÃO
1  Ação ou resultado de omitir(-se), de deixar de dizer ou fazer algo; FALHA: O diretor não participou da falcatrua, mas pecou por omissão.
2  Ação ou resultado de desprezar ou esquecer; ESQUECIMENTO; PRETERIÇÃO.
3  Aquilo que foi omitido; FALTA; LACUNA.: Não perdoou a omissão do chefe.
4  Falta de ação; IMOBILISMO; INÉRCIA; LETARGIA. [ Antôn.: movimentação.]
5  Falta de cuidado, de atenção; DESCUIDO; NEGLIGÊNCIA. [ Antôn.: atenção, cuidado, empenho.]
6  Jur.  Ação de não fazer aquilo que moral ou legalmente devia ser feito e de que pode resultar prejuízo para terceiros

Como bem percebemos, a omissão está vinculada a idéia de desobediência, rebeldia (Lc 19.13,20,21).

a-      Realizando plenamente sua vontade (Jo 17.4)

Mais uma vez encontramos em Jesus nosso maior exemplo. Ele jamais demonstrou indisposição quanto à vontade de Deus o Pai, pois sabia que o sucesso de sua missão, estava ligado ao fato de ele quando agisse, fizesse isto em total obediência à vontade de Deus (Jo 4.32,34).






II-                  ESTOU SOFRENDO AS CONSEQUENCIAS DO MEU PECADO?

·         Ainda que alguns pregadores afirmem que o fato de alguém estar passando por sofrimento, problemas e enfermidades é, por estarem em pecado diante de Deus. Não encontramos respaldo bíblico para tal, pois, assim estaríamos aceitando que todas as vezes que os servos de Deus e até mesmo o próprio Jesus quando enfrentaram dificuldades estavam em pecado (Jó 4.6-8). Mas uma coisa não podemos negar, quando há pecado escondido, as conseqüências são inevitáveis (Jo 10.6-10/Sl 32.1-5).

·         O pecado nos separa de Deus, não há possibilidades de prosperar pelos próprios esforços. Se deixarmos de ser participantes na comunhão do Senhor por querer ocultar uma vida na prática do pecado, estaremos nos privando de sermos participantes de toda sorte de benção oriunda deste relacionamento restaurado. Pois, todo aquele que não tem parte com Ele, é cortado e lançado fora (Jo 15.6,7).



III-                ESTOU SENDO PROVADO PELO SENHOR?

·         Ao analisarmos nossa situação e entendermos que não estamos falhando e muito menos ausentes da comunhão com o Senhor, não temos outra razão para nos firmarmos, senão no fato de que o Senhor está nos aperfeiçoando através das muitas adversidades (Tg 1.12).




1-  Se procede da parte de Deus, é motivo de gloriar-se (Rm 5.3-5)
2-  Quando Deus prova, visa frutos proveitosos e permanentes (Is 53.10)
3-  Quanto a Jesus em tudo foi testado (Hb 4.15/Fp 2.5-11)




CONCLUSÃO

Reconhecidamente estou me precipitando e com isso tenho provocado inúmeras situações embaraçosas em minha vida. Então é hora de parar com tudo e passar a esperar em Deus, buscando agir de maneira obediente à vontade Dele. Não, o problema é que estou sem coragem de confessar os meus erros e por isso entendo que é por isso que minha vida não prospera. Se essa é sua conclusão, então invoque agora o perdão Divino mediante o reconhecimento e confissão dos seus pecados e alcançará misericórdia do Senhor, se houver necessidade de que esta confissão seja compartilhada com teu pastor, não hesite. Mas, se a questão é Divina e você passou a entender que ainda que seja difícil, esta é a vontade de Deus para você neste momento. Não deixe de louvar ao Senhor pois você não está morrendo, pelo contrário, Deus está acrescentando a você o necessário para seu triunfo mediante estas adversidades (Fp 4.12,13).



Nenhum comentário:

Postar um comentário