terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O QUE ESTÁ ACONTECENDO NA igreja dos homens?




A Igreja de Cristo é composta de pessoas nascidas de novo e que são inseridas no Corpo de Cristo para então cooperar para o bom desenvolvimento do mesmo. E para isto o Senhor da Igreja e do Corpo manifesta por meio do Espírito Santo charismas (dons) aos seus membros.
Em nenhum momento o Senhor desejou que os membros viessem a vivenciar uma disputa para ver quem seria mais importante no contexto, pois o mais importante sempre foi e nunca deixara de ser a Cabeça do Corpo, Jesus Cristo, do qual todos são plenamente dependentes, ainda que alguns em algum momento deixem supostamente transparecer que não.
O problema é que a Igreja tomou dimensões esperadas, que são gigantescas, então vieram os movimentos, as reformas, os desentendimentos, as divisões, as denominações. Estas últimas, diga se de passagem, na sua grande maioria motivada pelos desentendimentos ganham proporções do tamanho da ganância dos seus líderes, ou diria eu, seus donos.
Alguém poderia até dizer, antes as denominações do que botecos ou boates e etc. Não que eu seja a favor das opções finais, o que entendo é que tem sido cada vez mais difícil corrigir os estragos provocados em vidas que passam por aquelas do que corroborar na transformação de outras oriundas destes ambientes.
O certo é que algo está acontecendo e não é nada bom na igreja dos homens. Mas também não poderia ser diferente, um lugar onde se encontram amigos e inimigos, concorrentes ferrenhos, interesseiros sem caráter, sonhadores bem acordados, bajuladores descarados, tiranos disfarçados, soldados despidos e por aí vai.
O que mais se pode esperar? O resultado não pode ser outro, templos cada vez mais cheios de lugares vazios, membros e congregados crucificados e não é com Cristo não, crucificados pelos santarrões de plantão, pelos eisegetas formados e concretados em suas próprias opiniões, liderança honrada, não pelo serviço realizado, mas, pelos abusos impostos em nome de uma unção desconhecida e ai daquele que tocar neste ungido, uui, me deu até medo agora.
Quando olhamos para a Igreja de Cristo, desde os primórdios há gente convertida, na igreja dos homens tem muita gente transvestido. Na Igreja de Cristo há perseverança na Sã Doutrina, na igreja dos homens há perseverança nos abusos e costumes e toda sorte modismos doutrinários. Na Igreja de Cristo há koinonia, na igreja dos homens uma sangria desenfreada é sangue de inocente, mas não é o de Jesus Cristo. Na igreja de Cristo há perseverança nas orações, na igreja dos homens falastrões perseverantes em suas falações com redundância e tudo. Na Igreja de Cristo há temor de Deus, na igreja dos homens medo de perder os cargos, o espaço, as regalias, etc. Na Igreja de Cristo há sinais e manifestações do genuíno poder de Deus, na igreja dos homens uma encenação descabida e momentos teatrais em nome de um poder estranho e confuso. Na Igreja de Cristo há, ainda que a sociedade não busque admitir, o reconhecimento do valor das realizações da Igreja, na igreja dos homens a única graça que se encontra é na desgraça que se está instalada diante dos inúmeros escândalos.
Onde tudo isto vai dar? Uma coisa eu sei, a Igreja de Cristo lavada e remida no Seu bendito sangue, será tirada deste ambiente para estar eternamente em Sua companhia. Já a igreja dos homens, o Justo Juiz com a autoridade soberana que lhe é peculiar encaminhará ao seu devido destino.
Meus queridos, não é tão difícil de fazer a distinção, enquanto é tempo não se deixe levar pelos convites, se já pertence à Igreja de Cristo fique firme e persevere do contrário é hora de deixar este jugo pesado e aprender com a humildade e a mansidão do Cristo da Igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário