terça-feira, 4 de janeiro de 2011

QUANTO VOCÊ VALE?



Nestes últimos dias o meio desportivo, principalmente o futebol brasileiro está vivendo a expectativa do retorno de um dos seus maiores craques, Ronaldinho Gaúcho. Mas o fato de fazer menção disso, não está quanto ao seu destino, mas quanto aos valores que se comenta acerca dele. São números absurdos para uma realidade tão modesta, para não se usar outro predicado. Quando se chegar num acerto, assim esperam os interessados, ficará as evidências do grande esforço, sacrifício realizado para que o craque possa vestir a camisa de um dos clubes pretendentes.
Diante deste fato, eu me propus a questionar, qual é o meu valor? Com certeza no meio futebolístico, de graça seria caro. Em se tratando de valores estabelecidos pelo homem, ficara evidente a incapacidade humana em se estipular o valor de cada um. Mas o mais importante não é o quanto valemos para os homens e sim o quanto valemos para Deus.
A verdade dos valores não aparece no reflexo do espelho por aquilo que usam ou deixam de usar. O que se entrega à vaidade ou o que é consumido pela disfarçada e mal interpretada modéstia, não podem ser avaliados grosso modo. Graças a Deus por isso, se assim o fosse, muita gente boa diante de Deus já estaria nas bancas das liquidações como mercadoria de segunda.
Não temos este direito, o valor de cada pessoa está estabelecido por critérios mais excelentes, que não estão limitados aos caprichos de uma minoria aristocrata ou farisaica.
Todo aquele que se torna povo de propriedade exclusiva de Deus, passa a ter valor excelente, pois não foi por meio de prata ou ouro que fomos resgatados, nem por meio de sangue de bodes e bezerros que fomos purificados, mas por preço fixado, o precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo.
Nosso valor excede aos craques, gênios, celebridades e tantos outros figurões. Nosso valor rompe os dias e os anos, não precisamos se preocupar com cláusulas rescisórias, bonificações, marketing, promoção de mídia. Nosso valor não é apenas vitalício, MAS ETERNO.
Independente de quanto vão pagar pelo Gaúcho, saiba, DEUS INVESTIU MUITO MAIOR VALOR EM NÓS.
Glória a Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário