quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

SERVO BOM E FIEL!


"Pr. José Pimentel de Carvalho já descansa no Senhor, mas seus belos e frutíferos exemplos devem permanecer vivos aos que anseiam continuar esta grande obra."


video




sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Conexão da Graça: Quem vai dar conta?!

Conexão da Graça: Quem vai dar conta?!: "Por Franklin Rosa “Estes são os filhos da província, que subiram do cativeiro dos exilados, que transportara Nabucodonosor, rei de babilônia..."

Parlamentares evangélicos, em maioria, votam contra o aumento do mínimo para 560,00

 



Primeiro embate dos parlamentares evangélicos na Câmara (Ag. Estado)
 
Poucos dias após as eleições escrevi que este blog ficaria atento ao trabalho dos parlamentares evangélicos na Câmara dos Deputados e, sempre que necessário, não deixaria passar em branco qualquer notícia do interesse dos eleitores que lhes concederam através das urnas o direito ao exercício do mandato. 

O primeiro embate foi a votação do aumento do salário mínimo. Em sua esmagadora maioria, 55 ao todo, os deputados federais, em votação nominal, votaram contra a emenda que o elevava para R$ 560,00, concordando, portanto, que ficasse em R$ 545,00 (quinze reais a menos), como aprovado em votação simbólica feita horas antes pelos líderes partidários. 11 foram favoráveis à emenda que concedia o aumento, enquanto dois se abstiveram e alguns poucos estavam ausentes da sessão.

Abaixo a lista dos que votaram contra. Os nomes em negrito pertencem à Assembléia de Deus, minha denominação, segundo a lista que consta no blog da Frente Parlamentar Evangélica.

1. Anderson Ferreira
2.    André Zacharow
3.    Aguinaldo Ribeiro
4.    Antonio Bulhões
5.    Anthony Garotinho
6.    Antônia Lúcia
7.    Aureo
8.    Benedita da Silva
9.    Cleber Verde
10.  Dr. Grilo
11.  Edinho Araújo
12.  Edmar Arruda
13.  Edivaldo Holanda Junior
14.  Eduardo Cunha
15.  Erivelton Santana
16.  Fátima Pelaes
17.  Filipe Pereira
18.  George Hilton
19.  Heleno Silva
20.  Íris de Araújo
21.  Jefferson Campos
22.  Jhonatan de Jesus
23.  Josué Bengtson 
24.  Laercio Oliveira
25.  Lauriete
26.  Leonardo Quintão
27.  Liliam Sá
28.  Lincoln Portela
29.  Lourival Mendes
30.  Manato
31.  Marcelo Aguiar
32.  Mário de Oliveira 
33.  Márcio Marinho
34.  Missionário José Olimpio 
35.  Neilton Mulim
36.  Nilton Capixaba 
37.  Otoniel Lima 
38.  Oziel Oliveira
39.  Pastor Eurico
40.  Pastor Marco Feliciano 
41.  Paulo Freire 
42.  Professor Setimo
43.  Ronaldo Fonseca 
44.  Ronaldo Nogueira
45.  Sérgio Brito
46.  Sueli Vidigal 
47.  Silas Câmara
48.  Sabino Castelo Branco 
49.  Hidekazu Tayama
50.  Vitor Paulo
51.  Walter Tosta
52.  Walney Rocha
53.  Washington Reis
54.  Zé Vieira
55.  Zequinha Marinho

A seguir, a lista dos votos favoráveis à emenda que concedia o aumento para R$ 560,00, também com os nomes dos deputados pertencentes à Assembleia de Deus em negrito.

  1. Andreia Zito
  2. Arolde de Oliveira
  3. Bruna Furlan
  4. Fernando Francischini 
  5. Henrique Afonso 
  6. João Campos
  7. Jorge Tadeu Mudalen
  8. Onyx Lorenzon
  9. Romero Rodrigues
  10. Ruy Carneiro
  11. Vaz de Lima

Abstiveram-se  de votar: Lindomar Garçon e pastor Roberto de Lucena

Rápida análise:

  1. A votação demonstra que a maioria dos deputados federais evangélicos pertence à base aliada do Governo.
  2. Tanto os que votaram contra a emenda quanto os que votaram favoráveis seguiram a orientação de seus partidos.
  3. Dos deputados vinculados à Assembleia de Deus, segundo a lista da Frente Parlamentar Evangélica, 18 votaram contra a emenda, dois favoráveis, um se absteve e um esteve ausente
  4. Os parlamentares evangélicos perderam, a meu ver, uma grande chance de votarem unidos em favor do aumento, que faria justiça a milhares de brasileiros, mostraria a força da Frente Parlamentar Evangélica e lhe daria credibilidade para discutir de igual para igual outros projetos que interessam ao país, sem ater-se apenas à questão dos valores, que tem sido tema recorrente nas últimas legislaturas. Onde estavam as lideranças?
  5. Acho, por fim, que essa votação sinaliza como será o comportamento dos deputados federais evangélicos pertencentes aos partidos da base aliada: votarão sempre afinados com os interesses do Governo.

Estejamos alerta.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Púlpito Cristão: Transformando Charlie Brown num vencedor?

Púlpito Cristão: Transformando Charlie Brown num vencedor?: "Por Izidro Santos Ele foi reprovado em todas as matérias na sétima série. Foi reprovado em física no científico, com nota zero. Também f..."

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus!!!




Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Tradições centenárias são mais relevantes.

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. O mais importante é levantar uma boa oferta "missionária".

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Não precisamos de conhecimento, precisamos de "graça".

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. O importante é não contrariar seu "líder".

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Melhor é determinar em nome de Deus o que a Palavra (de Deus) não diz.

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Não se deve pregar a simplicidade do evangelho.

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Valorizado seja "eu".

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Façam o que os "líderes" lhes impõe, mas, não o que praticam.

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Melhor é acreditar no que falam, do que ser feiticeiro.

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. O absolutismo denominacional suplanta Sua "parcialidade".

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Estão inserindo o que não se consegue extrair.

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Não precisa examinar, se não você pode acabar interpretando corretamente.

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. Assim diz "eu", o senhor (de que)!

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus. "A letra (que letra?) mata!"

Estão "inferiorizando" a Palavra de Deus, mas eu prefiro esta Palavra!

"De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus."
Eu prefiro esta Palavra!

"Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos."
Eu prefiro esta Palavra!

"Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra."
Eu prefiro esta Palavra!

"Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti."
Eu prefiro esta Palavra!

"A minha alma está pegada ao pó; vivifica-me segundo a tua palavra."
Eu prefiro esta Palavra!

"Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho."
Eu prefiro esta Palavra!

"Achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração;..."
Eu prefiro esta Palavra!

"...Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus."
Eu prefiro esta Palavra!

"Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,"
Eu prefiro esta Palavra!

"...Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna."
Eu prefiro esta Palavra!


Conexão da Graça: Quando Uma Igreja Fica Sem Graça?

Conexão da Graça: Quando Uma Igreja Fica Sem Graça?: "Por Franklin Rosa Como alguns já disseram, a Igreja é uma comunidade terapêutica com a missão de mostrar o caráter de Cristo através das boa..."

sábado, 5 de fevereiro de 2011

EU SOU LIVRE


Que liberdade é esta que pregamos? Deixamos a escravidão do mundo e do pecado e caímos nas mãos dos “senhores da verdade”? Que Jesus é este incapaz de promover no homem uma condição de viver neste mundo sem se contaminar com ele? Será que teremos que fazer das nossas denominações verdadeiros “mosteiros” e nos refugiarmos ali como se o Espírito Santo fosse incapaz de nos guiar em toda verdade e auxiliar a vencer toda sorte de tentação? Que religião é esta, mais poderosa que o Senhor para querer determinar o que é certo ou errado? Se Cristo não o fez mediante nossa conversão através do Espírito Santo, se o desenvolver do Fruto do Espírito é insuficiente para influenciar nossas ações, se os princípios do Reino de Deus não são eficazes em nossas vidas, pode parar, não vai ser uma mera cartilha preparada por meia dúzia de "líderes" que irá determinar alguma coisa.
Nossos concílios precisam ser mais objetivos e frutíferos, parece que estamos regredindo a cada dia, não conseguimos contribuir para o crescimento da Igreja com assuntos relevantes, mas também que não venhamos ser pedra de tropeço.
A Palavra de Deus está sendo deixada em segundo plano, se gasta mais tempo para “ministrar” ofertas do que para proclamar a Bendita Palavra. Não se investe no ensino, não se exige o devido zelo com a Palavra por parte dos obreiros responsáveis pela sua proclamação, aí temos que tolerar a Santa Palavra ser violentada com interpretações convenientes (a eles) e absurdas.
Somos alcançados pelo poder da Palavra que liberta, santifica, sustenta e preserva. Não precisamos de emendas, não dependemos de arranjos farisaicos, não podemos admitir a intervenção dos “senhores donos da igreja”.  Entendo que deve haver o respeito pelos poucos, mas verdadeiros homens de Deus que estão preocupados com o crescimento do corpo de Cristo, cujas palavras são sábias, temperadas com sal, fundamentadas na legítima interpretação dos textos sagrados, mas daí aceitar que os que se fazem “homens de Deus” venham querer “ajudar” a Jesus, aí não.
Posso estar sendo extremista, mas é o que penso, é o que sinto, é o que entendo e é o que tenho procurado viver, nem por isto me vejo dando escândalo. Até porque entendo que não devo escandalizar os pequeninos, mas quanto aos fariseus embotados eles por si só são um escândalo para a Igreja de Cristo.
Amo minha denominação, mas amo muito mais Aquele que me resgatou me proporcionando uma firme esperança, JESUS CRISTO ESCÂNDALO PARA OS JUDEUS, LOUCURA PARA OS GREGOS, MAS PARA MIM E TODOS QUANTOS CRÊEM NELE, ETERNO SALVADOR E SENHOR!!!!!!!

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

O RACINHA!!!


Se estivesse em extinsão, tudo bem. Mas está mesmo é proliferando.
Tô fora, e você?

SOU FRACO MESMO, MEUS DEUS É FORTE!!!


E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte.
É muita pressão de todos os lados e não temos como ficar alheios a isto, por mais que venhamos a planejar uma fuga (escape), o máximo que conseguiremos é escapar destas do presente, mas aquelas que virão depois e as outras e as demais são inevitáveis. Não adianta, é pressão mesmo, são as aflições promovidas pelo mundo que nos odeia, assim como odiaram o nosso amado Mestre, são as perseguições pelo fato de confessarmos que somos discípulos do Salvador da humanidade, é a animosidade dos que se dizem irmãos, mas que verdadeiramente se constituem legítimos adversários, sem piedade e misericórdia, custe o que custar querem se promover à custa do sacrifício de outrem, é a má interpretação por parte daqueles que por mais que não venham agir por maldade, mas agem movidos por insegurança, desconfiança, receio de serem superados, talvez por não confiarem que o que receberam não foi da parte do homem e sim de Deus, se é que o receberam.
Não sinto nenhum constrangimento em confessar que as forças andam dizimadas e reconheço que caminhamos a margem do limite e porque não desistimos? Bom, não desistimos por que reconhecemos o chamado, sabemos que este tempo é chegado e sentimos que o maior está conosco. E como tudo nesta vida dura apenas um momento, devemos entender que tudo isto é o contexto desse momento que está para se findar, se desistirmos antes de presenciarmos o seu fim, perderemos uma grande oportunidade de não sermos testemunhas do livramento promovido pelo Senhor das nossas vidas.
O que é fato, que quanto mais nos debatemos tentando se livrar de tais contrariedades, mais desperdiçamos nossas poucas forças, por isso devemos tomar o exemplo daquele que em silêncio e quieto suportou até o fim. E pensando com mais calma não posso deixar de admitir, que ainda que pense que não estou em condições de agüentar um pouco mais, tenho a convicção de que não estou no estágio do Getsemani e que as gostas de sangue ainda não foram manifestas.
Do que estou reclamando, agindo como que se fosse o único a enfrentar este tipo de circunstância. Enquanto lamento improdutivamente, muitos dos meus irmãos dos quais terei oportunidade de conhecer apenas na eternidade, estão em situações muito mais desconfortáveis do que a minha. Não adianta reclamar, tenho é que admitir sou fraco mesmo, o que é que se pode esperar mais?
Mas não posso abrir mão de uma verdade infalível, MEU DEUS É FORTE! Enquanto adulo minha decepção, acaricio minha razão falida, alimento uma pena que da pena, perco o verdadeiro foco que é a grandeza do único e poderoso Deus. O grande poder de Deus não é compatível com nosso orgulho, não se associa com nossa “esperteza”, não frutifica na dureza do nosso coração, não prospera na confiança egoísta e humana. Se desejarmos experimentar a manifestação dessa graça imensurável, devemos estar despojados do que consideramos força, recurso, sabedoria, resistência. E no reconhecimento e demonstração daquilo que nos é peculiar, NOSSA FRAQUEZA, estaremos prontos para receber do Seu poder, e este poder nos aperfeiçoará de maneira a suportar tudo e a todos até o fim. Os que experimentam deste poder, ao final entendem que se cumpriram em sua vida todas as batalhas e todas carreiras, mas a não foi negligenciada, mas conservada.