terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Lei da Palmada


Boa notícia: por ação de Jair Bolsonaro, Lei da Palmada será votada no Plenário da Câmara dos Deputados.
Acordo entre governo e bancada evangélica estipulava que o projeto de “Lei da Palmada”, com todas as suas ameaças aos pais e mães do Brasil, deveria ir diretamente para o Senado, depois da aprovação na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, numa votação que desrespeitou a maioria dos pais e mães do Brasil, contrários a essa invasão dos direitos dos pais.


A votação em plenário não garante que os direitos dos pais serão respeitados, mas ali, com todos os deputados votando, fica mais fácil os pais e mães se mobilizarem e pressionarem os deputados que estão ali para representar seus interesses.
Com a ação de Bolsonaro, ganhamos tempo. Agora é nossa vez de agir e fazer contato com os deputados exigindo um “NÃO” ao projeto de Lei da Palmada, que é de interesse do governo, mas prejuízo dos direitos dos pais e a relação pais e filhos.
Vamos, pois, aproveitar esse nobre esforço do Dep. Bolsonaro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário