domingo, 7 de abril de 2013

Sujo e o mal lavado




O Senhor disse:

“Esse povo faz um grande show,dizendo as coisas certas,mas o coração deles não está nem aí para o que dizem.Fazem de conta que me adoram,mas é tudo encenação,vou entrar em cena e sacudi-los até que acordem,vou deixa-los atônitos." (Isaías 29:13).

Semana passada, estava vendo na TV certo líder religioso falar sobre a palavra hipócrita.Ele se aprofundou muito no tema do ser "hipócrita". Percorrendo o grego até chegar em agir com hipocrisia. Segundo o dicionário Houaiss,hipócrita é o ato de esconder os verdadeiros sentimentos, intenções; fingimentos; falsidade, falta de sinceridade, etc. E isso, de fato, tem grande relevância na atual circunstância em que vive a Igreja.

Ao ler a Bíblia, no livro de Isaías, me deparei com essa passagem que já conhecia, e que tem uma referência semelhante nos evangelhos (Mateus 15:8 e Marcos 7:6), e gostaria de propor uma reflexão sobre tais atitudes hipócritas, e principalmente, as nossas.

Muitas vezes vemos (olhar) ou somos (nós) crentes de 20 anos de igreja ou mais, subindo no altar, falando ao microfone, e até mesmo ministrando alguma palavra, enquanto aquilo, verdadeiramente, não passa de um ritual, ou de uma tradição à qual fomos acostumados, nada é vivido, e sim, meramente repetido. Somos papagaios gospel. Isso é hipocrisia!

          Misericórdia! Se este for o caso dos outros, pensamos, que absurdo! "Fulano é velho de igreja, faz o que faz, e ainda quer pregar e quer cantar!", e com isso, a nossa foto deveria aparecer do lado da definição de hipócrita no dicionário. Alguns se acham mesmo melhor até que o seu pastor,que os seus líderes que os outros jovens da sua igreja... que de lá o melhorzinho é você! (Pior que existe!).

E, é exatamente isso que Jesus quer nos falar hoje querido: "Não bombardeiem de criticas as pessoas quando elas cometem um erro, a menos que queiram receber o mesmo tratamento.O espírito critico é como um bumerangue.É fácil ver uma mancha no rosto do próximo e esquecer –se do feio riso de escárnio no próprio rosto.Vocês tem o cinismo de dizer :Deixe me limpar seu rosto,quando o rosto de vocês está distorcido pelo desprezo? Isso também é teatro,é fazer o jogo do “sou mais santo que você”,em vez de simplesmente viver a vida.Tire o cinismo do rosto e , então,você poderá oferecer uma toalha ao seu próximo,para que ele também limpe o rosto " (Mateus 7:1.5).

Julgamos, maldizemos, apontamos o dedo, enquanto deveríamos antes de tudo, nos julgar, nos autoavaliar biblicamente, analisar nossos próprios pecados e vacilos diante de Deus, e mais um para a nossa infinita lista, é este de condenar o nosso próximo naquilo que nós mesmos caímos.

Achamos que somos muito espirituais, levantamos as mãos no culto, fechamos nossos olhos, enquanto pensamos no que faremos quando a palavra acabar, onde está sentada aquela pessoa que nos interessa, perambulamos pelos corredores, conversamos durante a oração, e às vezes até mesmo, lemos a Bíblia e pregamos esse Jesus a quem (pelo jeito) não nos convertemos ainda. E depois de tudo, queremos pagar de "última Cereja do bolo ou a derradeira bolacha do pacote", vendo todas as traves nos olhos dos nossos irmãos, líderes, pastores, etc., sendo muito espirituais mesmo, sem perceber em quantos pecados estamos mergulhando de cabeça (I Coríntios 11:31) Quanta hipocrisia da nossa parte!

Enfim meus amados irmãos, este recado do coração de Deus serviu para a minha vida, para que eu mesmo me autocritique e possa amadurecer de modo a ser parecido com Cristo, e não seja meramente um crente morno, mas um cristão genuíno, discípulo radical de Jesus. A minha vontade era que ninguém mais precisasse vestir esta carapuça, mas, como, infelizmente tenho identificado outros "Aldos" desse tipo por aí, espero que sirva para alguns de vocês também.

Que a cada dia, cuidemos em analisar e julgar a nós mesmos, antes que a profecia de Isaías continue a se cumprir nas nossas vidas. “Portanto, com nossas atitudes, venhamos a glorificar e agradar Àquele que não quer nossas palavras vazias ou atos enganosos, e sim uma adoração em espírito e em verdade, com tudo o que temos e com tudo o que somos realmente.”

O que conta para Deus é quem você é e como vive.Seu culto deve envolver o seu espírito na busca da verdade.Este é o tipo de gente que o Pai está procurando:aquele que é simples e honesto na presença dele,em seu culto." (João 4:23)

 Que o Senhor tenha misericórdia de nós, nos ajude a despojar-nos de nós mesmos, promova a renovação do nosso entendimento, e assim, possamos nos revestir do novo de Deus, criado em justiça e santidade.

Que Deus nos abençoe.
Um grande abraço.
Aldo Rocha

terça-feira, 2 de abril de 2013

Os ramos que dão fruto



“... Os ramos que dão fruto, ele os poda para que dêem mais fruto ainda.” (Jo 15.2)

PODAR- v.t. Botânica. Suprimir entre duas safras os rebentos que brotaram em uma árvore; cortar ramos de plantas. Fig. Aparar, eliminar os excessos, desbastar. (Dicionário online de português)

É natural que alguns excessos sejam manifestos em nossas vidas, contudo também é natural e necessário que os mesmos venham ser contidos e eliminados para não atrapalhar que desfrutemos de uma vida saudável.

Quando se fala de vida saudável não podemos omitir a necessidade (evidência) dos frutos. E Deus como exímio cultivador sabe muito bem o momento certo para intervir em nossas vidas e promover as mudanças exatas que resultarão em maior quantidade e qualidade.

Pode ser que você ainda não esteja entendendo direito e muito menos se sentindo confortável diante do que está passando, mas neste momento Deus está intervindo em tua vida para lhe proporcionar alívio dos excessos.

O processo evidentemente não é confortável, como bem constatamos na definição mencionada, podar é sinônimo de cortar, suprimir, aparar eliminar, etc. Precisamos entender então que por mais constrangedor que aparenta ser agora, vai resultar em produtividade excelente daqui a pouco.
Deus sabe o que está fazendo, tenha paciência, ele nunca errou com ninguém, e com certeza não vai ser com você.

Pr. Luciano Betim